História: Raça


Fonte: Time

    Na Europa por volta do ano 1500 existiam várias linhagens de cães Foxhounds, a mais conhecida era o Foxhound Inglês, utilizado principalmente pelos nobres na caça a raposa, naquela época os veados já eram escassos por lá, beirando a extinção.



    No início da colonização dos Estados Unidos, os cães rastreadores eram utilizados para caçar índios e a primeira notícia que se tem é que esses cães foram levados inicialmente para a colônia inglesa pelo conquistador espanhol Hernando de Soto que chegou à  costa ocidental da Florida em 30 de maio de 1539 com os 10 navios que carregavam 600 soldados, padres, exploradores e alguns cães Sabujos.

 


Hayden Triqq - 1906

    Gastaram quatro anos procurando ouro e prata, explorando a área, e tendo brutal contato com sociedades nativas, como os Cherokees, Seminoles, os Creeks, os Apaches, e os Choctaws.

    De Soto morreu durante as explorações e foi enterrado nos bancos do rio de Mississipi em junho de 1542. Temos também anotações que em 30 de junho de 1650 chegou a Maryland, Robert Brooke com alguns cães Foxhound.

    Rapidamente esta raça procriou e se espalhou pela Colônia da Coroa Inglesa. Nos EUA e no Canadá existia um grande número de Veados, raposa Vermelha e o Chacal, animais estes mais fortes e mais velozes que uma raposa européia, de difícil perseguição já que costumam enganar os cães durante a escapada, portanto eles necessitavam de um cão melhor que o Foxhound Inglês.

 

 

 


redfox

    Foram essas dificuldades que levaram os caçadores da época a selecionar naturalmente cães que tivessem um faro apurado, resistência, inteligência e velocidade para alcançar a presa. Durante cerca de trezentos e cinqüenta anos estes cães foram selecionados até surgir um cão que fosse o melhor dos cães de caça o Foxhound Americano. Há muitos relatos de importações de cães Foxhound que foram utilizados nessa seleção, como o de 1742 por Thomas Walker do município de Albemarle, na Virginia, que importou da Inglaterra, diversos exemplares.


redfoxes

    Em 1770, George Washington, primeiro presidente dos EUA e grande caçador, importou Foxhound da Inglaterra e em 1785 Walker recebeu alguns Foxhound do General Lafayette, França, seus latidos eram "como os sinos de Moscou" de tão belos. Essas importações foram a fonte de desenvolvimento de algumas das linhagens do atual Virgínia Hounds.
    Em 1808, o Gloucester Foxhunting Club importou alguns dos melhores Hounds Ingleses assim como o Baltimore Hunt Club. Mais tarde, houve importações de Rosseau, França, e as irlandesas de 1830. O último registro encontrado foi do padreador das linhagens Henry-Bridsong e Trigg.

    Por volta de 1857 o general Maupin conseguiu do Leste do Tennessee, o cão Tennessee Lead de origem desconhecida.  Lead não se parecia com a raça da Virgínia de Foxhounds Ingleses daquele tempo, mas tinha um excepcional senso de caçador, grande energia, velocidade e um faro apuradíssimo (considerado o mais importante cão formador da raça), que foi utilizado no cruzamento com as fêmeas inglesas importadas gerando o "Maupin dog" agora conhecido por "Walker hound" outra linhagem famosa do American Hound.


Tennesee Lead

    Ã‰ claro que houve outros cães Foxhound que foram trazidos da Europa por outras pessoas, que não temos conhecimento, mas que também deram sua enorme contribuição. Mas como no início de muitas raças que se fazem pela necessidade, isto ficou num passado perdido. O Foxhound, na América, foi usado em quatro objetivos completamente diferentes o que gerou tipos de cães com características diferentes:
1. O hound de trilha de campo, que, competitivamente, segue nas trilhas de campo onde é importante sua velocidade bem como, a natureza ciumenta.
2. Um hound para caça a tiro da raposa - aqui é necessário um cão lento na trilha e que emite um som forte e vigoroso.
3. Hound de trilha ou hounds rastreadores, que são selecionados por rastreamento, velocidade e por auto-suficiência.
4. Hound para caça em matilha (quinze, vinte ou mais) em grupo. Esta categoria de cães, evidentemente, agora é utilizada pelos Clubes e fazendeiros caçadores. O tipo de American Hound tem diversificado amplamente nas diferentes localidades, mas nos últimos anos o American Foxhound Club e Associações fizeram muitas linhagens no desenvolvimento de um tipo mais padronizado.

    Nos EUA, existe a associação de criadores e caçadores que seleciona os melhores cães Foxhound Americano e o registram no livro "Foxhound Stud Books". Para isso todo cão Foxhound Americano é experimentado em prova de campo aberto, em rigorosas caçadas e julgado por experientes juízes, onde têm que mostrar suas habilidades de excelentes caçadores, assim só os melhores Foxhounds Americanos são registrados e aceitos como verdadeiros "American Foxhound". Uma seleção criteriosa que faz deste cão um animal fascinante.

Canil dos Mota

 

Foxhound Americano - Canil dos Mota  - Itamonte / MG  
Fones: (35) 3363-3317 / (35) 99125-4397 / (35) 99821-1904
canildosmota@foxhoundamericano.com.br
WEBMAIL


Criação Site para Canil